Durante a turnê Purpose Tour, Justin Biber se apresentou usando peças inspiradas em estrelas do rock, que segundo o designer que as produziu, Jerry Lorenzo (em entrevista ao site HYPERBEAST) “o que queríamos fazer com essas camisetas de rock foi inicialmente ter uma peça vintage que fala de uma banda ou um ícone de cada uma dessas cidades que ele está visitando, em uma homenagem de respeito e reconhecimento conforme a turnê for viajando”. Um dos artistas que teve seu rosto estampado na camiseta de Bieber é Marilyn Manson, que demonstrou insatisfação em uma publicação no Instagram, e que posteriormente apareceu em selfie com Justin Bieber e usando camiseta do mesmo na rede social. Manson recebeu pelo direito da imagem, contudo o assunto voltou aos holofotes recentemente, uma vez que o músico expões sua opinião sobre Bieber em entrevista ao Consequence of Sound. Confira a tradução do trecho da matéria abaixo:

Manson diz que quando ele conheceu Bieber“ele [já] estava vestindo a minha camisa que tinha seu nome, e ele me disse: ‘Eu o tornei relevante de novo’”. “Erro grave de me dizer”, Manson acrescenta.

“No dia seguinte, eu falei que eu estaria em sua passagem de som no Staples Center para cantar ‘Beautiful People'”, conta MansonBieber confessou que a camiseta “era sua idéia”. Manson nunca pretendeu tocar com Bieber, mas “ele acreditou que eu iria aparecer, porque ele era estúpido”.

Manson diz que ele “tirou todos os lucros dessas camisas dele. Eles nem sequer lutaram, foi tipo ‘sim, nós já sabemos, fizemos errado, então aqui está o dinheiro’”.

“Ele foi um verdadeiro merda no jeito que ele tinha arrogância para dizer isso”, diz Manson sobre Bieber. “Ele também era um cara muito táctil, tipo, ‘yo yo bro!’ e toca você quando ele fala. Fiquei tipo, você precisa recuar, você está com o pênis em cima de mim, ok? (risos) Tudo bem? Então recue, filho”.

Tweet about this on TwitterShare on Facebook0